Atos 29 Noticias
Atos 29 Noticias
Alguém Irá Catequizar Seus Filhos. Não Terceirize Isso.
Atos 29 Noticias

A catequese não é só uma opção que você pode aceitar ou não. Porque alguém irá catequizar seus filhos. Talvez seja a sua igreja. Mas quanto tempo seu filho passa lá a cada semana? Talvez seja a escola. Você sabe que escolas públicas querem moldar seu filho de acordo com um certo tipo de pessoa. Não importa o quanto você tente proteger seus filhos, o mundo irá tentar catequizá-los. Livros infantis que ensinam os valores do individualismo expressivo acabarão entrando em sua casa, e você nem mesmo saberá como eles chegaram lá. Você não será capaz de bloquear todos os filmes da Disney e as 40 músicas mais populares. Mesmo se pudesse, provavelmente seria mais fácil manter o ar externo fora da sua casa do que pensar que seus filhos não vão ser catequizados pelo mundo.

Alguém irá catequizar seus filhos. Por isso, não terceirize isso em 2021.

Quando você perceber o dever de catequizar seus filhos, em breve irá aprender o deleite desse privilégio. A alegria não vem de garantir que seus filhos andem sempre nos caminhos do Senhor. Ela é decorrente de saber que você ajudou a estabelecer um fundamento de verdade bíblica que sustentará a fé de sua família, não importa o que esteja por vir.

O Deleite Se Segue ao Esforço
Uma das grandes vantagens de catequizar crianças mais novas é que elas não sabem muita coisa. Elas não sabem que a maioria das famílias não fazem isso em casa. Elas apreciam rotinas. Elas confiam em seus pais. Passam muito tempo em casa, especialmente numa pandemia, e não estão ainda puxadas em muitas direções diferentes pelas atividades.

O que não quer dizer que seja fácil. Nós fazemos o culto doméstico antes de dormir, e isso nem sempre é conveniente, como quando ficamos acordados até mais tarde e as crianças estão cansadas. E isso ocorre com só duas crianças e com dois pais em casa, com minha esposa trabalhando em tempo integral com nossos filhos. É ainda muito mais difícil para pais solteiros, para crianças com deficiência, e para famílias com faixa etária mais ampla.

Mas o deleite se segue ao esforço. Uma vez que você pode não saber por onde começar, deixe-me compartilhar um pouco a respeito de nossa rotina e da bênção que é para nossa família. Eu não cresci numa família que catequizava. Nem minha esposa. A família dela ia à igreja talvez uma vez a cada dois anos, no Natal. A minha ia à igreja com relativa frequência, mas falar de Deus fazia meus pais se sentirem desconfortáveis. Portanto, minha esposa e eu não tivemos um modelo. Eu tinha alguma experiência com Escola Dominical, e fiz uma classe de confirmação, na qual decoramos versículos das Escrituras e o Credo Apostólico, e fizemos testes. Mas não fazíamos nada em casa. Minha esposa e eu tivemos filhos quando éramos mais velhos, pois batalhamos infertilidade. Eventualmente, tivemos dois filhos, com cerca de três anos de diferença entre eles.

Pelo fato de meus filhos ainda serem muito novos, não sou expert em dar dicas práticas. Não posso dizer que se você seguir meu método, é garantido que seus filhos se tornarão cristãos fieis. Esta não é a promessa da catequese. Há alguns anos, conversei com uma mãe desiludida, que havia utilizado o Catecismo Menor de Westminster com seus filhos e os viu crescer e rejeitá-lo. A catequese não é a salvação. O venerável teólogo do século XIX, Archibald Alexander, de Princeton, comparou a catequese à lenha na lareira de sua casa. Você coloca as toras, e aí pede a Deus que envie o Espírito para acender a lenha. Ao contrário do que muitos evangélicos hoje parecem pensar, não existe fogo sem este combustível. Desprovido do conteúdo teológico daquilo que cremos a respeito de Deus não há cristianismo, nem religião. Pense a respeito de João 4.24—”Deus é espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade”—e imagine que a lenha é a verdade, e o fogo é o espírito.

O Catecismo Nova Cidade é a lenha para a fogueira em minha casa. É especialmente útil para as crianças menores, por ter uma opção infantil, com menos memorização e vem com canções originais para todas as 52 perguntas e respostas, palavra por palavra, uma para cada semana do ano. Com a ajuda das músicas, nosso filho pôde começar a memorizar com 3 anos e, ao menos dois anos antes ele já gostava de ouvir as músicas. Sua irmã mais nova senta conosco na hora de dormir, e as ouve enquanto espera crescer para poder memorizar. Algumas vezes, conseguimos memorizar uma pergunta/resposta em uma semana; algumas vezes, as respostas mais longas requerem algumas semanas.

Mas não usamos somente um catecismo em nossa catequese. Seguimos uma abordagem estilo “todas as alternativas acima”. Começamos com uma Bíblia de histórias. Figuras ajudam a prender a atenção do meu filho, e temos usado a The Jesus Storybook Bible, de Sally Lloyd-Jones, a The Biggest Story, de Kevin DeYoung, e também a The Big Picture Story Bible, de David Helm. Ao fazermos uma pausa para deixar as crianças preencherem as lacunas durante a leitura, podemos constatar o quanto elas estão retendo. Meu filho já consegue identificar onde paramos, se nos perdermos. E quando eu faço perguntas de revisão depois de ler, ele adora responder. Isso me ajuda a saber aquilo que ele está retendo.

A esta altura, não estou preocupado em se ele está sempre aplicando aquilo que aprendeu, ou mesmo, se está compreendendo. Isto virá com o tempo. Essas Bíblias de história propõem um tema que vi meu filho identificar tão logo aprendeu a falar: “Deus promete”, ele repetia. E este é um objetivo de compreensão muito bom para a catequese: quem é Deus? Deus faz promessas e as honra. É a teologia da aliança para crianças pequenas. Eu tento reforçar estas orações com versículos da Bíblia a serem decorados. que ajudam a ressaltar a história da redenção: Gênesis 1.1, Romanos 3.23, João 1.1 e Romanos 6.23, por exemplo.

Ore e Cante
Nós também oramos juntos, embora eu creia que não é particularmente útil perguntar a uma criança pequena pelo que orar, a menos que se queira uma lista de todos que ela conhece e todos os objetos que ela possa ver no momento. Por isso, é melhor usar modelos simplificados de oração nessa idade, e orar como a Bíblia nos inspira, e não somente por circunstâncias. É uma forma de deixar de lado a catequese cultural que diz que Deus só é útil se vier ao encontro de nossas necessidades.

Mas temos nosso maior deleite ao cantarmos juntos, como família. Não há nada mais belo do que ouvir seu filho e sua filha no quarto ao lado, quando eles cantam para si mesmos “Santo, Santo, Santo” e “Eis dos Anjos a Harmonia”. A catequese não é somente sentar e exercitar com seus filhos, conceitos teológicos complicados e prolongados que nenhum dos pais entende. Num lar que catequiza, você está introduzindo seus filhos a canções das quais se lembrarão mesmo muito tempo após você morrer, talvez até mesmo as músicas que eles cantarão no último momento antes de verem Jesus face a face.

Pode ser que você esteja numa igreja que só canta músicas contemporâneas. No entanto quero sugerir que você considere usar hinos antigos para este componente da catequese. Abra o piano, se souber tocar. Nós conseguimos um gratuito durante a pandemia. Ou simplesmente pegue o hinário e cante “à capella”. Nós não frequentamos uma Igreja Metodista Unida, mas usamos um hinário antigo deles, que havia sido descartado. Primeiro, muitos dos melhores hinos estão lá, especialmente aqueles escritos pelos Wesleys. Segundo, o hinário comunica aos nossos filhos que eles pertencem a algo muito maior do que eles mesmos. Eles se encaixam numa história. Seus ancestrais estavam entre os primeiros calvinistas metodistas dos avivamentos galeses de meados do século XVIII. É um privilégio pertencer a uma família onde se pode ser ensinado por pais que amam o verdadeiro Deus. Por isso, quero reforçar a natureza histórica do evangelho, da igreja, e da teologia evangélica.

A Melhor História
Talvez você tenha uma longa história de cristianismo e de catequese em sua família. Talvez você seja um novo convertido. Talvez seus filhos sejam mais velhos, e você se sente culpado. Deixe-me dizer: se você não começou anteriormente, a melhor alternativa para começar é hoje, ao adentrarmos 2021. Para as igrejas e para as famílias com filhos mais velhos, a Coalizão pelo Evangelho produziu o Devocional do Catecismo Nova Cidade e o currículo do Catecismo Nova Cidade. Se seus filhos não se encaixarem com tais esforços formais, ore para que Deus abra oportunidades informais, ao vocês irem “andando pelo caminho” (Dt 6.7).

Qualquer que seja a sua história, a catequese é uma forma insubstituível de ajudar seus filhos a escaparem da tirania do ego e da urgência do agora. Eles necessitam saber que há algo, Alguém, fora do ego. E eles necessitam aprender a duvidar da sabedoria desta era. Exponha-os, o mais cedo que puder, ao que é bom e perfeito, e eles aprenderão a discernir tudo que é falsificado. Dê-lhes uma história melhor da que eles inevitavelmente obterão do mundo. Dê-lhes o nome de Deus, e diga como ele é.

Traduzido por João Pedro Cavani.

fonte https://coalizaopeloevangelho.org/article/alguem-ira-catequizar-seus-filhos-em-2021-nao-terceirize-isso/

Deixe um comentário

× Fale com Apostolo Helio?