Atos 29 Noticias
Atos 29 Noticias
Cristã perseguida luta para não partir do Iraque
Atos 29 Noticias


Em agosto, compartilhamos o testemunho da cristã Farah. Ela vive no Iraque e trabalhava como cabeleireira antes da invasão do Estado Islâmico. Os efeitos da invasão do Estado Islâmico entre 2014 e 2017 ainda são visíveis na região, por isso, o projeto de geração de renda apoia cristãos perseguidos como ela para que possam recomeçar a vida e permanecer sendo sal e luz no Iraque.


Graças ao projeto de geração de renda, Farah reconstruiu o salão de beleza que havia sido destruído durante a invasão. Ela ficou muito feliz com a reinauguração do salão em um novo endereço. Na última vez em que parceiros locais a visitaram, ela mantinha um sorriso otimista. O salão está crescendo, é um negócio próprio, localizado em uma avenida movimentada, como ela sonhava.

Lutando para resistir


Apesar dos avanços, os desafios continuam. A situação ficou particularmente difícil após o desastre que aconteceu em setembro deste ano na cidade de Qaraqosh. Um incêndio causou o fim trágico de um casamento e a morte de 130 cristãos. Toda a região ainda está em luto e os negócios ainda não voltaram completamente ao normal.


Independentemente das lutas, Farah mantém a esperança. Os filhos da cristã cresceram. O menino, Gaith, está no 6° da escola e a menina no 3° ano. O marido de Farah, Janan, também está bem. Ela continua sonhando em ter o salão cheio. Atualmente, o espaço consegue abrigar quatro cadeiras de salão de beleza em frente a espelhos e uma área para que as manicures trabalhem. A atmosfera do local é relaxante e iluminada.


O crescimento do salão permitiu que ela comprasse novos equipamentos e contratasse quatro pessoas. Outras quatro famílias agora estão sendo abençoadas pela cristã com a oportunidade de trabalho. A equipe também tem um bom relacionamento entre si, “somos como irmãs, trabalhamos com bom humor”, conta a cristã.


Ela compartilha com gratidão o recomeço que tem construído. “Os clientes se sentem muito mais confortáveis aqui, pois a vizinhança é tranquila”, conta Farah. A longo prazo, ela pretende oferecer outros serviços estéticos como limpeza de pele e assim criar um centro estético completo.

Entre sonhos e ameaças


Apesar dos sonhos e planos, Farah se sente insegura sobre o futuro dos cristãos no Iraque. Diferentes ameaças de vida são lançadas contra os seguidores de Jesus com frequência. “Chegamos ao ponto em que não há futuro para essa região, mas nós queremos muito que haja um futuro. Estamos fartos dos traumas. Mal nos recuperamos de um trauma, surge um novo para enfrentarmos”, diz Farah.


“Sonhamos que seja bom viver no Iraque. Não queremos sair do país, mesmos que as duras circunstâncias de vida e a perseguição queiram nos forçar a isso”, ela acrescenta. Nossos parceiros locais no Iraque continuam trabalhando para que as comunidades cristãs resistam por meio dos projetos de geração de renda.


O salão de Farah é um exemplo do objetivo do projeto para as famílias cristãs perseguidas no Iraque. Por meio do microempréstimo, os cristãos podem começar ou melhorar seus negócios, conseguir a renda de que precisam e permanecer na região sendo sal e luz.


Até o final de outubro, 38 famílias foram apoiadas por meio do projeto de geração de renda. Farah pediu que orássemos por ela e pelos cristãos no Iraque “Orem pela pela população cristã no Iraque, para que tenhamos esperança e estabilidade e assim não precisemos pensar sobre deixar nossa terra natal”.


fonte https://portasabertas.org.br/noticias/cristaos-perseguidos/crista-perseguida-luta-para-nao-partir-do-iraque

× Fale com Apostolo Helio?