Atos 29 Noticias
Atos 29 Noticias
Papa volta a causar polêmica ao levantar dúvidas sobre o inferno
Atos 29 Noticias


O Papa Francisco parece estar disposto a marcar o final do seu papado fazendo apologia ao liberalismo teológico, mesmo que veladamente. Após autorizar a liberação de bênção para “casais” LGBTs, o pontífice também deu uma entrevista no último domingo onde fez um polêmico comentário a respeito do inferno. A fala do líder máximo da Igreja Católica Apostólica Romana se deu durante uma entrevista ao programa italiano Che Tempo Che Fa. Na ocasião, Jorge Mario Bergoglio fez uma reflexão pessoal a respeito do destino espiritual de parte da humanidade.


Segundo informou o The Christian Post, o Papa Francisco afirmou: “Isto não é um dogma de fé. Isto que direi é uma coisa pessoal: gosto de pensar que o inferno está vazio”. Ele frisou que a sua visão não se trata de um ensinamento da igreja católica. “É um desejo que espero que se torne realidade, mas é um desejo”, continuou. A fala do pontífice chama atenção devido ao viés liberal, algo que tem se popularizado nos últimos anos. Na prática, Francisco insinua que é adepto de uma corrente teológica chamada “universalismo”, a qual prega que todos os seres humanos, incluindo até mesmo os anjos caídos, serão redimidos por Deus.


Para os defensores dessa doutrina antibíblica, o inferno não seria uma condição real de existência, mas uma invenção humana criada com o objetivo de facilitar o controle da religião sobre os fiéis. O principal fundamento dessa visão está no conceito distorcido de “amor”, o qual exclui a necessidade da confissão e do arrependimento dos pecados, baseado na fé exclusiva em Jesus Cristo como Salvador, como condição para a salvação espiritual. A fala do Papa dividiu opiniões, gerando novas críticas. Indiretamente, até o tradicional portal católico ACI Digital fez questão de lembrar que a doutrina católica reconhece a existência do inferno, através do catecismo número 1.035, onde é dito que “as almas dos que morrem em estado de pecado mortal descem imediatamente, após a morte, aos infernos”.


O próprio Jesus Cristo falou especificamente sobre o inferno, por exemplo, em Mateus 5:29, quando fez um alerta justamente sobre as consequências de quem não reconhece os seus pecados e, em vez disso, os cultiva. Ou seja, ao contrário do que sugeriu o Papa, Deus não ignora os pecados daqueles que não se arrependem e não buscam, genuinamente, transformação, algo que não se confunde com falta de amor e misericórdia por parte do Criador, sendo justamente esse o motivo pelo qual Jesus morreu na cruz.


FONTE https://www.gospelprime.com.br/papa-volta-a-causar-polemica-ao-levantar-duvidas-sobre-o-inferno/

× Fale com Apostolo Helio?