Atos 29 Noticias
Atos 29 Noticias
Você conhece o seu papel como mulher?
Atos 29 Noticias


A submissão da mulher ao parceiro no contexto bíblico é um assunto que sempre gera muita polêmica, principalmente hoje em dia, já que muitos confundem a independência da mulher com o desprezo à família e à vida a dois. Ao mesmo tempo, em diferentes períodos históricos, incluindo o atual, o termo submissão foi usado por muitos homens como desculpa para menosprezar ou controlar as esposas. No entanto, as Escrituras Sagradas deixam claro o significado de submissão, alertando que tanto o homem quanto a mulher devem manter essa postura: “Sujeitando-vos uns aos outros no temor de Deus. Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, como ao Senhor; Porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo. De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seus maridos” (Efésios 5.21-24).


Mas por que Deus, por meio do apóstolo Paulo, deixou a submissão como ensinamento para as mulheres? Esse questionamento foi feito por Cristiane Cardoso em um dos episódios da Meditação da Palavra, série que está disponível no Univer Vídeo. Ela iniciou sua reflexão pontuando que não há ensinamentos apenas para as mulheres, mas para os homens também, pois as orientações bíblicas tratam das dificuldades tanto da personalidade feminina como da masculina. Nesse sentido, o conselho para os homens é que amem suas esposas, como Jesus ama a Igreja (Efésios 5.25). “A mulher tem uma dificuldade em relação ao respeito, a se sujeitar, assim como o homem tem dificuldade de amar, o que é fácil para a mulher. Porém, se sujeitar é mais sacrificial para a mulher, pois ela é muito dada aos detalhes e às emoções, tornando-se, assim, mais intensa”, disse.


Ela ainda destacou que o homem é mais racional e possui qualidades importantes para a relação. “Quando a mulher não se submete ao homem, que é a parte racional, o cabeça daquela casa, ela passa a ignorar a razão e toma um fardo que não é dela, pois ela não tem estrutura. Ela está atenta aos detalhes, está preparada para auxiliar.” Cristiane ainda aconselhou que a submissão não deve ser usada como pretexto para aceitar maus-tratos, mentiras ou atitudes erradas da parte dos parceiros, como abusos físicos, mentais e emocionais. “A mulher precisa entender o que Deus quis falar por meio de Paulo. Não é para que ela seja capacho, escrava ou se anule. A mulher não pode se sujeitar a coisas erradas. Quando o homem age mal, ele não está sendo cabeça”, afirmou Cristiane. Por isso, ela enfatizou que a submissão é algo totalmente espiritual e que, quando a mulher entende isso, sabe qual é o seu papel e como desempenhá-lo. “Quando um homem é a razão do relacionamento, a mulher não tem problema nenhum em se sujeitar, pois vai estar sendo cuidada, amada e protegida e foi para isso que Deus a criou”, concluiu.


fonte https://www.universal.org/noticias/post/voce-conhece-o-seu-papel-como-mulher/

× Fale com Apostolo Helio?